A notícia já saiu há dois dias, mas foi o tempo que eu demorei pra formar minha opinião sobre o assunto.

STF derruba a exigência de diploma para exercício da profissão de jornalista.
A primeira coisa que passou pela minha cabeça: vou ter que mudar de curso. Na hora já imaginei que o diploma não ia mais ter valor, que o curso ia se extinguir e as empresas iriam dar preferência àqueles que têm diploma em alguma área específica (economia, filosofia, medicina ou ciências sociais, por exemplo) e que escrevem bem. Seria melhor que eu fizesse uma graduação em alguma área específica que me interessa e procurar uma vaga num jornal. Só que o problema não é tão simples. Eu não quero desistir do jornalismo, eu amo meu curso e tenho certeza que já aprendi e ainda vou aprender muitas coisas importante para a profissão.
Eu me desesperei na hora em que ouvi a notícia e continuei assim algumas horas. Sei que não fui a única porque vi muitos comentários negativos sobre essa decisão do Supremo Tribunal Federal na intenet.
Sou completamente a favor da obrigatoriedade do diploma. Continuo não concordando com a lei e concordo com quem diz que a decisão "rebaixou" a profissão, mas acho que talvez não seja motivo pra desespero e abandono do curso. Há outras profissões que não possuem exigência do diploma para o exercício (Publicidade, por exemplo) e as empresas dão preferência àqueles que o possuem. Por que para o jornalismo seria diferente? É óbvio que os diplomados sairão na frente dos que não têm diploma.
O que vai acontecer não será a diminuição das vagas, mas sim a exigência ainda maior de competência dos profissionais. Quem for competente vai ter o seu lugar. É por isso que eu não me preocupo.

16 comentários:

minha opinião tá saindo do forno. mas é, com certeza, contra a não obrigatoriedade < palavra dificil aiuhaihaiu

Oi, Jess!

Só o tempo dirá o peso desta decisão, mas, em qualquer área, os competentes se mantêm e se destacam. Sem problemas!

Beijos e sucesso!!!

Pois é cara colega
estou contigo e não abro
fiz um desabafo em meu blog tb...

DIPLOMADAS sim, e mto preparadas!
bjos

como vc disse, as empresas vão dar preferência aos diplomados! mas para que eles fazem uma coisa dessas????? uheuhuah

Bjosss

Pois é, não acho que haja sentido nessa decisão do Supremo. Apesar d haver outras profissões sem exigência do diploma, se começar a banalizar vai virar bagunça. Mas de qualquer forma os diplomados competentes não perderão seus lugares. ;**

Oii, acabei de criar um blog! (eu sei que você não me perguntou mas eu quis vim aqui falar hauhaoahaoh)é que como eu sou leitora do seu blog achei legal vim me apresentar e te passar um meme pra mim poder te conhecer melhor!

Meu nome é
Minha idade...
Meu humor?
Gosto de...
Não gosto de...
Quantos blogs eu tenho?
Há quanto tempo?
Onde podem me encontrar?

Pra respoder você pode ir nos meus comentários ou postar aqui no seu blog mesmo, você é quem sabe!


beeeeeeeijo

Tbm sou a favor da obrigatoriedade, desse jeito aí qualquer um vai querer ser jornalista, né?!
Sei lá... eu não pretendo fazer jornalismo! aushaushudsa

Que bom q vc gosta do meu outro blog, então fica ligada lá q eu vou postar um monte hj! ^^

Beijoo :*

Eu faço Publicidade e sei como você se sente. É horrível saber que pessoas sem o diploma do curso podem facilmente exercer a sua profissão, como se ela não precisasse de 4 anos de experiências técnicas e teóricas antes de ser exercida. Nós ainda podemos sustentar a esperança de que as empresas darão preferência a nós, graduadas e devidamente diplomadas! ;D

Beijos!

Eu acredito que independente da obrigatoriedade as empresas vão dar preferência aos diplomados. Mas, a obrigatoriedade filtraria melhor, não é? Bom, não conheço a fundo a historia, mas já ouvi algumas pessoas reclarem disso.

Bom domingo!

Cada vez mais tudo fica complicado. Diploma, ter ou não ter. Na verdade, fazemos cursos, nos especializamos, mas, pelo que vivo e vejo, tudo depende de Q.I (quem indica) de sorte e talento.
E se vc tiver um deles, com ctz vai longe...rsrs
Com ctz tem talento!!!
Obrigada pela visita!!!
E sobre adultescente, a matéria que fiz e olha que vc como jornalista devia escrever pra revista, hein,...ia ganhar dim dim..rsrs
Então...é duro ser cobrada por gostar de coisas fofas, né? Isso não é sinal de criancise e sim de gosto pessoal, namorados não entendem, mas, bem que curtem video-game e coisas do tipo...
Bjokss e volte sempre..vou amar

Concordo com você
E realmente, como você disse, quem for competente vai ter o seu lugar!
Beijos

Penso que você não terá problema para competir com algum profissional de outra área que escreve bem, pois você muitíssimo bem. Se você não conseguir exercer a profissão de jornalista, não terá dificuldade nenhuma para entrar na área da Moda, ser modelo, já que é linda!

Eu achei isso bem estranho...É complicado porque muita gente investe nisso, e de uma hora pra outra, legalmente o diploma perde o valor. É claro que o conhecimento adquirido é uma coisa individual, mas ainda sim, achei bem estranho essa lei.

Bom eu tambémconcordo que o não obrigatoriedade do doploma deixou a profissão um pouco baixa, e também concordo que tudoé questão de esforço e isso pelo que vi não ti preoculpa então não tem motivo para desistir e sim continuar a luta pelos seus objetivos!
Beijos linda boa sortena profissão!

Oieee ^^
Pra mandar a matéria pra revista vc entra no site no link que tá lá no meu blog...e se cadastra, se cadastrando no site, pelo próprio site vc envia matérias, fotos e pode ser até a capa. Se conseguir uma matéria vc ganha 200 reais...agora não sei se aumentou pq faz tempo q nao vejo...rs
Bjoks e manda sim! Quero ver sua matéria lá, hein...mas, veja do que a revista tá falando no momento, quais os temas pra enviar a matéria certa.

hahahha adorei o/ vo ser jornalista

Postar um comentário